Yamaha BB, The Boys Are Back In Town

  •  
  • 0
  •  

Para muitos é o baixo mais competente que existe. A Yamaha acaba de apresentar a nova série, celebrando os 40 anos desde a sua criação.

Os modelos BB são quase indistintos de alguns dos maiores nomes do baixo desde a sua introdução em 1977. Músicos como Nathan East, Tony Kanal, Billy Sheehan, Glenn Hughes, Robbie Takac, Peter Hook e Jack Gibson criaram a sua sonoridade de assinatura com os BB. Os novos BB levam o estilo icónico, a versatilidade deste baixo clássico e a sonoridade lendária a um novo nível.

yamaha bb 234

Desde os modelos 200 (o 234 e a versão de 5 cordas, BB235), os novos modelos BB vêm equipados com tone control e dois controlos de volume, para versatilidade sonora. Apresentam-se com um braço ligeiramente mais estreito em comparação aos anteriores baixos BB, melhorando a execução e toque para músicos modernos e tradicionais. Afinadores mais leves permitem um equilíbrio maior e complementam a abordagem geral ao instrumento, tornando-se a combinação perfeita para os corpos mais pequenos e leves dos novos BB. As características vão sendo refinadas ao longo da gama.

yamaha bb434

Assim, os modelos 400 possuem a união do braço com 6-parafusos miter que agarram o braço de forma mais apertada ao corpo, fundindo estes dois componentes num só. Comparando com uma junção aparafusada convencional, os parafusos miter apresentam transferências de vibração mais eficientes ao corpo, para maior sustain e ressonância incrível, que dão vida a cada nota. Pickups V5 YGD Custom com íman alnico afinados para a tonalidade clássica vintage dos BB, com pequenas actualizações de modo a produzir sonoridades mais cristalinas, que se destacam em situações de performances ao vivo. Os modelos 400 estão equipados com a ponte Vintage Plus Light que incorpora o “Diagonal Body Thru Stringing,” na qual as cordas são anguladas na saddle e atravessam o instrumento pela ponte num ângulo de 45º, em contraste com o método tradicional de encordoamento vertical que aplica mais tensão nas cordas. O Diagonal Body Thru Stringing reduz significativamente essa tensão enquanto transfere a vibração das cordas para o corpo, de modo fiável e eficiente. As cordas podem também ser colocadas na parte traseira da ponte. Nos modelos de 5-cordas, a ponte está configurada com a corda de Si grave em offset.

A partir daqui, a nova série apresenta um braço de 5 camadas laminadas em maple e mogno, num design bolt-on que produz ataque definido e resposta rápida. Esta construção duradoura resiste a empenos e torções e adiciona o carácter forte e penetrante do maple, combinado com o calor do mogno, à sonoridade do instrumento.

yamaha bb 734

O BB para os profissionais, a série BB700 apresenta um pickup activo/passivo versátil com EQ de três bandas, união do braço com 6 parafusos miter, construção Alder/Maple/Alder, e ponte diagonal convertível. O núcleo em maple duro aumenta a densidade do corpo e acentua a zona média de modo a destacar-se na mistura de uma banda, e permite uma transmissão mais uniforme das vibrações entre o corpo e o braço em maple para ressonância e sustain sem paralelo. Os pickups V7 YGD Custom, com ímanes alnico, produzem tonalidades grandes e penetrantes que se combinam com a construção única em Alder/Maple/Alder dos modelos 700 e Pro para sonoridades orgânicas e bem definidas. Apresentam um circuito ativo/passivo afinado especialmente para controlo tonal de precisão e flexibilidade extrema. Este circuito actualizado foi re-afinado para os BB de modo a produzir tonalidades mais recortadas e médios mais presentes através de uma saída de nível combinado, quer se esteja em modo passivo ou ativo, e circuito de alteração tonal que parte do controlo de agudos até ao controlo de master em modo passivo. Foram usadas partes banhadas a ouro de alta qualidade para os contactos chave do sinal, apresentando condutibilidade e confiança e um LED de alerta de pilha instalado nas costas que dá indicação imediata de pilha fraca para evitar perda de sinal durante uma performance. Os modelos 700 apresentam pickups ativos com 3 bandas de EQ, balanço entre pickups, e um seletor de ativo/passivo, para mais versatilidade e flexibilidade na modulação tonal.

Os modelos 700 estão equipados com a ponte Vintage Plus Light que incorpora o “Diagonal Body Thru Stringing,” na qual as cordas são anguladas na saddle e atravessam o instrumento pela ponte num ângulo de 45º, em contraste com o método tradicional de encordoamento vertical que aplica mais tensão nas cordas. O Diagonal Body Thru Stringing reduz significativamente essa tensão enquanto transfere a vibração das cordas para o corpo de modo fiável e eficiente. As cordas podem também ser colocadas na parte traseira da ponte, que vem equipada com celas convertíveis, que podem ser ajustadas para 2 ângulos diferentes para maior precisão tonal e toque. O lado arredondado da cela apresenta uma sonoridade mais suave, enquanto a área mais angulada produz uma sonoridade mais forte. A brass saddle da ponte Vintage Plus Bridge apresenta um pouco mais de grave profundo e a placa de aço da ponte apresenta uma tonalidade mais clara. Todos os parafusos e molas são feitos de aço inoxidável para proteção contra a corrosão.

yamaha bb pro

Por fim, o monstruoso BBP34 (e a versão de 5 cordas BBP35). Feito no Japão, esta é a bandeira dos BB, com construção Alder/Maple/Alder tratada com a tecnologia IRA única da Yamaha, união do braço com seis parafusos miter, e ponte diagonal convertível. Ou seja, as características dos modelos 700 com a tecnologia I.R.A. (Initial Response Acceleration – Aceleração de Resposta Inicial), que oferece os benefícios de o baixo ser “tocado”, o processo no qual o instrumento amadurece e abre à medida que a tensão entre a madeira e o acabamento, braço e escala, e corpo com ferragens cede, o que resulta em sonoridade e performance melhoradas. A tecnologia Initial Response Acceleration (IRA) exclusiva da Yamaha cria essas cedências de tensão ao aplicar vibrações específicas a instrumentos prontos, como parte do processo de montagem e dá ao instrumento a estabilidade de um instrumento “tocado” desde o primeiro dia.

Ficha técnica

07/04/2017 Redacção

Array
(
    [post_type] => Array
        (
            [0] => hot_gear
            [1] => breve
            [2] => featured
        )

    [posts_per_page] => 3
    [post__not_in] => Array
        (
            [0] => 64749
        )

    [orderby] => rand
    [tag__in] => Array
        (
            [0] => 17173 
            [1] => 17174 
            [2] => 17175 
            [3] => 8447 
            [4] => 17176 
            [5] => 5606 
        )

)
  IR PARA O TOPO